Moloko

Sintel

Quando se cria uma história de rapto com dois dragões e uma mulher, normalmente um enredo onde a mocinha é mantida cativa pelos dragões já vai se formando em nossas cabeças. Mas e se a história fosse completamente diferente desse padrão? Sintel (2010), dirigido por Colin Levy, narra justamente a jornada de uma mulher na busca de seu melhor amigo, um dragão que encontrou ferido quando ele ainda era bem pequeno, que foi raptado por um grande dragão enquanto brincavam um dia pelos telhados das casas.

Sintel foi criado inteiramente utilizando softwares livres como Blender, para modelagem 3D e animação, GIMP e Inkscape, para tratamento de imagens e desenhos, entre outros. Se você quiser, pode ver mais informações sobre o projeto aqui. No site oficial também é possível encontrar todo tipo de material extra, pois foi documentado e disponibilizado grande parte do processo de criação, uma excelente fonte para quem gosta de animação. O projeto do curta foi criado pela Blender Foundation como meio de aprimorar a ferramenta Blender, financiado principalmente por doações feita pela internet, assim como a animação Big Buck Bunny.

Sintel chama bastante atenção não só pela qualidade da animação — que é um soco no estômago para quem acha que artes feitas em software livre são feias — mas também pela qualidade do roteiro e da direção. Também, não deve ter sido a toa que o Colin Levy foi trabalhar para a Pixar em 2011! Recomendo também uma visita no blog do diretor, para conhecer mais sobre o seu trabalho.

Como sou viciado em trilhas sonoras de filmes, animações e jogos, fiquei muito feliz em saber que é possível baixar a trilha sonora completa de Sintel. Se você também gosta escutar este tipo de música, principalmente instrumental, recomendo o download.

No final do vídeo enquanto rolam os créditos, são exibidos várias imagens extras da construção dos personagens e do ambiente, vale a pena ver até o final! (Se as legendas não carregarem automaticamente é preciso ativá-la cliclando no ícone “CC” na barra do vídeo)

Você também pode fazer o download completo do Sintel em vários formatos e com legendas.

Quem tiver interesse em saber mais sobre a produção de Sintel, desde a criação do conceito a animação final, pode assistir ao documentário abaixo de quase uma hora, que abrange os estágios da produção da animação entre Novembro de 2009 e Julho de 2010. Infelizmente o documentário está disponível somente em inglês e sem legendas, mas mesmo assim vale a pena ser visto só pelas imagens. Quem quiser ir um pouco mais além pode inclusive fazer o download de uma versão mais simplificada da personagem principal para brincar no Blender.

Todas as informações e opiniões publicadas no interrogAção não representam necessariamente a opinião do portal, e são de total responsabilidade dos seus respectivos autores.
 
Este post foi publicado emCurta da Semana e tags , , , , , , , , . Bookmark o permalink. Comentar ou deixar um trackback:Trackback URL.


Spirallab